Sábado, 01 de Novembro de 2014
TURISMO - CURTA NOSSAS BELEZAS
 
Rio Paranapanema
 
        O rio Paranapanema tem 929 km de extensão, sendo 90,6 km cortando o município da Estância de Piraju. O rio de águas limpas, banhando a região sudeste do Estado de São Paulo, é rico em peixes, ainda que sua fauna tenha sido comprometida pelas barragens de hidrelétricas construídas em vários pontos de seu leito. Nasce na serra de Paranapiacaba (região Sul do Estado) e segue na direção oeste, até desembocar no rio Paraná, em Porto São José, na divisa de São Paulo, Paraná e Mato-Grosso do Sul. É navegável em mais de 80 km. Além das 10 usinas hidrelétricas, o rio abriga em seu leito sítios arqueológicos indígenas com até 8 mil anos, ruínas de missões jesuíticas do século XVIII, além de áreas de preservação ambiental e relíquias da arquitetura histórica. É considerado o único rio de grande porte não poluído do Estado de São Paulo. Em Piraju, existe o maior trecho natural do rio Paranapanema, cerca de 8 km, tombado em 2002 e localizado entre a foz do ribeirão Hungria e a do ribeirão das Araras.
 
 
Represas
 
        O município de Piraju tem impacto de quatro grandes represas, formadas pelas usinas hidrelétricas de Chavantes (Duke Energy), Paranapanema (Votorantim Energia), CBA (Votorantim Energia) e Jurumirim (Duke Energy). A usina Paranapanema está localizada dentro dos limites urbanos, unindo a cidade-sede Piraju a um de seus distritos (Tibiriçá do Paranapanema).
 
 
Cachoeiras
 
        As principais cachoeiras são a cascata do Cisne (queda d’água com 15 m), do ribeirão Neblina, do Palmital e a cascata do Salto do Dr. Simão. Além destas, existem as cachoeiras Castelo e a Arco-Íris, localizadas na fazenda Capitão Mourão, distante 4 km da cidade
 
 
Praia de água doce
 
Prainha:
Localizada na represa de Jurumirim, distante 16 km da cidade (rodovia SP-261), possui área para camping, churrasqueira e pesca.

Ilha da Pedrinha:
Próxima à Prainha, possui 3,4 ha, também localizada na represa de Jurumirim, propícia à natação, pesca e acampamento. É cercada por pedras exóticas
 
 
Ilhas
 
        Diversas ilhas fazem parte da paisagem aquática local, com destaque para o ilha Caiwá, propícia a acampamentos ecológicos.
 
 
Mirante
 
        Mirante do Paranapanema: mirante localizado no Distrito de Tibiriçá, propiciando vista panorâmica da cidade, do rio Paranapanema e do Parque de Exposição Municipal (Fecapi).
 
Parques e áreas verdes
 
        Parque do Dourado: área de lazer com 21 ha, localizado a 5 km da cidade, possuindo local apropriado para a prática de pesca e caminhada em trilhas ecológicas, além de quiosques com churrasqueiras e viveiro de mudas de árvores frutíferas e ornamentais.

Parque Fecapi:
Recinto para exposição agroindustrial municipal, oferece vista panorâmica para o rio e para a usina hidrelétrica Paranapanema. Possui estrutura para shows e feiras agropecuárias, além de restaurantes, pista para caminhadas, pista de skate e espaço para o trato de animais (eqüinos e bovinos).

Bosque das Jabuticabeiras:
Área tombada em 1996, localizado próximo à ponte/barragem da usina Paranapanema.

Floresta Estadual de Piraju:
Com 680 ha, a área possui mata nativa, lagos e várias espécies de animais, entre pássaros e macacos, com trilhas e plantação de eucalipto, além de alojamento e escola para práticas ambientais.

 
 
Áreas de preservação
 
        A APA (Área de Proteção Ambiental) foi criada em 1983 e é dividida em três perímetros distintos:
-Perímetro Corumbataí: com área de 272,7 ha, abrange terras dos municípios compreendendo entre Barra Bonita, São Carlos, Mineiros do Tietê e São Manuel.

Perímetro de Botucatu:
Com área de 218,3 ha, abrange as terras dos municípios próximos a Botucatu. Protege o aqüífero Guarani, o maior reservatório de água doce do mundo, e a Serra de Botucatu, entre os rios Tietê e Paranapanema.

Perímetro Tejupá:
Com 158,8 ha, abrange as terras dos municípios de Tejupá, Piraju, Timburi, Sarutaiá, Fartura, Taguaí, Barão de Antonina, Itaporanga, Coronel Macedo e Taquarituba. Protege a Serra de Fartura e os recursos hídricos representados pelos rios Verde, Taquari e Paranapanema.
 
 
Arquitetura
 
       Dentre vários prédios com histórica e bela estrutura arquitetônica, destacam-se:

       Complexo da antiga Estação Ferroviária Sorocabana (FEPASA). A construção, inaugurada em 1908 e desativada em 1966, teve como responsável o arquiteto Ramos de Azevedo. O conjunto localiza-se no Distrito de Tibiriçá e foi tombado pelo Patrimônio Histórico, Artístico, Paisagístico e Cultura de Piraju.

        Casa do General Ataliba Leonel: a residência do mais destacado político local está localizada na praça que também leva o seu nome. Estudos apontam que a obra talvez tenha sido assinada, também, pelo arquiteto Ramos de Azevedo.
 
 
Praças
 
       Praça Ataliba Leonel: a praça central da cidade possui 20.000 m2, fonte luminosa, estilo San Martin, lago com peixes ornamentais e estátua da deusa Ceres, além de monumento homenageando o padroeiro religioso São Sebastião, busto do general Ataliba Leonel e o fantanário Brado dos Pioneiros. Suas árvores exóticas são oriundas de vários continentes. Tombada em 1996.

Praça Benedito Silveira Camargo:
Popularmente conhecida por praça “Brasilinha”, foi tombada em 1996 e, tal qual a Ataliba Leonel, possui riquíssima flora paisagística, localizada às margens do rio Paranapanema.

Praça Joaquim Antonio Arruda:
Igualmente tombada em 1996, mantém a exuberância das outras duas praças, localizada no centro da cidade, ao lado do Fórum de Justiça.

Usina Hidrelétrica de Paranapanema (Votorantim Energia):
Paisagem integrante e de grande simbolismo para Piraju, a atual usina e sua ponte foram construídas nos anos 50, perfazendo local de visitação, com destaque para a barragem, escada de peixes e sua imponente queda d’água.

Igreja Matriz de São Sebastião:
Construída em 1933, em estilo gótico, abriga a imagem de São Sebastião, de origem italiana, esculpida em madeira entre 1.600 e 1.700. Está localizada dentro da praça Ataliba Leonel.

 
 
Museus
 
       Museu do Centro Regional de Arqueologia Ambienta (Museu Arqueológico Mario Leme): pertencente ao Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE) da USP, possui acervo composto de artefatos e objetos indígenas e está localizado à rua 13 de Maio, 662.

        Museu Histórico e Pedagógico Constantino Leman: com grande acervo documental, de vídeos e fotos sobre a história de Piraju, o museu está localizado à rua Washington Osório de Oliveira, 660, onde está também a Biblioteca Municipal Flamínio Ferreira.
 
 
 
 
CPWM COMUNICAÇÃO